Precisando comer bem e obter mais saciedade? Veja as dicas que a Dose exata traz para você!

1. Adicionar uma fonte de proteína nas refeições

A proteína é o nutriente que mais traz saciedade ao organismo, e pode ser encontrado em alimentos como ovos, carnes, frango, queijos e iogurte. Além disso, as proteínas gastam mais calorias durante a sua digestão e são importantes para o aumento da massa muscular no corpo, ajudando no processo de emagrecimento.

Desta forma, para afastar a fome por mais tempo, a dica é adicionar à refeição pelo menos 1 ovo, 1 fatia de queijo ou 1 filé de frango pequeno. Outra ideia é consumir uma omelete feita com dois ovos e recheada com queijo ou legumes no café da manhã ou jantar, por exemplo. 

Se preferir uma fonte de proteína extra, a Dose Exata pode manipular para você whey protein, colágeno hidrolizado, colágeno verisol ou body balance.

2. Comer salada no almoço e no jantar

As verduras e os legumes são super ricas em fibras e pobre em calorias, o que aumenta a sensação de saciedade e mantém a dieta com poucas calorias, fazendo você emagrecer ou manter o peso.

Por isso, consumir salada no almoço e no jantar ajuda a reduzir o consumo de arroz, macarrão, farofa e outras fontes de carboidratos que estimulam o ganho de peso. Além do mais, os vegetais são vitaminas e minerais, importantes para ativar o metabolismo e estimular a perda de peso.

Sporty woman on a lealthy diet

3. Adicionar sementes nos lanches

Por serem ricas em fibras, as sementes como chia, linhaça e gergelim são excelentes opções para incluir nos lanches, devendo-se adicionar de 1 a 2 colheres de chá de sementes no iogurte, no recheio do sanduíche, na salada de frutas ou no suco. Assim, o lanche fica mais nutritivo e dará saciedade por mais tempo.

Além das sementes, também pode-se usar Farelo de Trigo, que é rico em fibras e quase não tem calorias, podendo ser facilmente adicionado nos lanches por não ter sabor e não modificar o paladar da refeição. 

4. Comer gorduras boas

Por levarem mais tempo para serem digeridas, as gorduras boas também trazem uma maior saciedade, além de ajudarem a reduzir a inflamação no organismo e melhorar os níveis de colesterol.

Sendo assim, algumas opções que podem ser utilizadas são consumir de 5 a 10 unidades de castanha de caju nos lanches, comer abacate ou coco, pois são frutos gordurosos, e consumir peixes como atum, sardinha e salmão pelo menos 3 vezes por semana.

5. Trocar a Farinha de Trigo por Farelo de Aveia

farelo de aveia é uma ótima fonte de carboidratos, além de ser rico em fibras. Ao contrário da farinha de trigo branca, ele tem um baixo índice glicêmico, e não estimula a produção de gordura no organismo. Além do mais, a aveia melhora a flora intestinal e combate a prisão de ventre, reduzindo a produção de gases e combatendo a má digestão.

Além do farelo de aveia, outras farinhas saudáveis são a farinha de aveia, farinha de amêndoas, farinha de coco, farinha de arroz integral e farinha de trigo integral.

Healthy food at home. Happy two cute children eating fruits and vegetables in the bedroom on the bed. Healthy food for children and teenagers.

6. Palitinhos de legumes na hora da fome

No meio do dia, quando a fome surgir, uma boa escolha é comer palitinhos de legumes como cenoura, talos de salsão, palmito, pepino tipo japonês, ramos de aipo, pimentão vermelho e amarelo.

Para fazer os palitinhos, basta cortar os legumes no formato de batata frita e guardá-los na geladeira, podendo utilizar como lanches quando a fome bater ou se surgir o desejo de mastigar alguma coisa para passar a ansiedade.

7. Comer pipoca para combater a ansiedade

pipoca é uma ótima opção para consumir na hora que bater a ansiedade, pois é rica em fibras e possui menos calorias que alimentos como chocolate ou batata frita, e ainda permite mastigar bastante, o que ajuda a reduzir o estresse.

Para obter o máximo de vantagens, prefira a pipoca do tempo da vovó, aquela do saquinho, sem adicionar gordura, e temperá-la com ervas como orégano e salsinha, adicionando apenas um pouco de sal para dar sabor. 

8. Dê atenção especial aos seus momentos de refeição

Com o corre-corre diário, muitas vezes, paramos para comer só quando estamos morrendo de fome e acabamos comendo além do que deveríamos. Outras vezes, enchemos o prato de delícias e fazemos a refeição com gosto, porém, poucas horas depois, sentimos fome novamente. Essas situações são sinal de que o cérebro não está processando a sensação de saciedade como deveria. 

Quando você programa as suas refeições para o mesmo horário todos os dias, está acostumando o seu corpo a precisar de energia apenas no horário próximo à refeição. Estipulando a hora certa para comer, o seu organismo “sabe” quando precisará de energia de novo e trabalha com a energia fornecida na última refeição, sem armazenar, evitando que a fome chegue mais cedo.

Concept healthy food and sports lifestyle. Vegetarian lunch. Healthy breakfast. Proper nutrition. Top view. Flat lay.

A equipe Dose Exata espera ter ajudado com essas dicas de como manter-se saudável. Lembre-se de prestar mais atenção às sensações apresentadas pelo seu corpo, deste modo, saberá, com certeza, quando a sensação é de fome, apetite ou saciedade.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *